A vez do canudo de papel

Com a nova percepção sobre o dano ambiental causado por canudos de plástico, materiais alternativos ganham espaço; o de papel tem demonstrado ser uma das alternativas mais viáveis.

Com isso, a indústria de adesivos, material fundamental para a eficiência do canudo de papel, desenvolve-se e encontra mais um nicho de mercado importante.

No contexto da crescente preocupação global a respeito do impacto do desperdício de plástico sobre o meio ambiente, o canudinho de plástico se tornou um dos problemas centrais por se degradar em apenas 100 anos após o descarte e por provocar a morte de animais marinhos, como as tartarugas que sofrem com canudos presos a suas narinas. Advém desta conscientização do problema, a transição de materiais utilizados. Um dos mais cotados é o papel. A Inovação na tecnologia de adesivos está ajudando a libertar todo o potencial do papel para esta aplicação.

Da pressão exercida por consumidores à política governamental, há um forte consenso de que o uso de canudos de plástico está próximo do fim. Este tipo de material não reciclável e de uso único tem um impacto enorme sobre o meio ambiente. Para entender a escala do problema, uma pesquisa publicada pela revista Science descobriu que a humanidade gera um total de 275 milhões de toneladas de resíduos plásticos por ano – e um valor entre 4,8 milhões e 12,7 milhões de toneladas chega aos oceanos.

Na Europa estima-se que 100 mil toneladas de plásticos jogados no mar a cada ano e uma media 36.4 bilhões de canudos são usados. A Comissão Europeia divulgou recentemente que pretende driblar este problema por meio de uma economia circular.

canudo de plástico: inimigo número um do meio ambiente

Performance do plástico

Alguns restaurantes e lanchonetes inicialmente tentaram convencer consumidores a usar menos canudos, mas logo ficou claro que uma alternativa precisava ser criada, e rápido.

Por isso, canudos de papel voltaram à moda e existe uma demanda alta por parte de fabricantes, que podem oferecer produtos que não agridam o meio ambiente e que apresentem uma performance tão boa quanto a de seus equivalentes de plástico. Consumidores querem que os canudos sejam fortes, resistentes à água, coloridos e biodegradáveis. Também devem ser convenientes, higiênicos e terem preços competitivos. E, claro, precisam estar disponíveis ao mercado AGORA.

Fabricação de Canudos de Plástico

Isso representa uma oportunidade significativa para fabricantes que podem transformar sua produção, apostando num material novo, e aqui entra a oportunidade para a indústria de adesivos.

“Nós temos o conhecimento para ajudar a indústria acelerar sua conversão do plástico para o papel ou aumentar o desempenho do seu produto”

diz Roger Rebiere, Diretor de vendas da H.B. Fuller, em toda a América Latina.

A fabricação de canudos de papel é um processo completamente diferente do processo de fabricação daqueles de plástico. Normalmente, há três pilhas de papel colocadas uma sobre a outra que precisam de uma pequena quantidade de adesivo à base de água para se manterem unidas. “Nós ajudamos a indústria a escolher o melhor papel e o melhor adesivo para uma melhor performance”, explica.

“Nossos adesivos base água, como o Swift-Tak 5625, é um produto específico pensado para essa aplicação, que oferece as resistências necessárias para os canudos de papel e cumpre com as normas de Regulamentação também importantes para esse segmento”

explica Fernando Raszl, Gerente Técnico da América Latina.

Inúmero países e algumas capitais brasileiras, como é o caso do Rio de Janeiro, já aderiram a proibição do canudo de plástico. Agora é a vez da cidade de São Paulo, que nesta última quarta-feira (17/04) aprovou um projeto de lei que proíbe o fornecimento de canudo de plástico na cidade. Os estabelecimentos poderão fornecer canudos em papel reciclável, material comestível ou biodegradável – embalados individualmente em envelopes hermeticamente fechados e feitos no mesmo material. (Veja mais)

Em breve mais notícias do universo da cola. Confira a gente também no Facebook e Linkedin