Um pouco sobre América Latina

A América Latina é uma miscelânea de experiências culturais e comportamentais. Um povo que, mesmo pertencendo a diferentes países, compartilham de situações e rotinas parecidas.

Tango argentino – Buenos Aires

Voltando na história, a origem da cultura latina é proveniente dos colonizadores que eram de origem latina, ou seja, países europeus que surgiram após a queda do Império Romano do Ocidente. Isso explica muito dos hábitos dos países que tiveram este tipo de colonização.

Mas a América Latina também criou sua própria identidade, uma personalidade singular, o que torna toda a região um lugar único no mundo. Mesmo com tantos problemas políticos e sociais, os latinos são as pessoas mais otimistas do mundo.

Uma pesquisa revela que vários países da região estão entre os 10 lugares de sentimentos mais positivos no planeta.

Este é um fato que gera estranhamento para os analistas de que utilizam indicadores econômicos tradicionais. Se levarmos em consideração o PIB, o Panamá aparece na 90ª posição, porém é considerado o líder mundial em otimismo, no relatório desenvolvido pelo grupo Gallup International Association. Já o 5º maior PIB do mundo que é Cingapura, na pesquisa de otimismo, ficou em último lugar.

Sãos dados que nos revelam muito sobre a maneira de pensar deste conglomerado de países que formam o povo latino-americano.

“Essas expressões são uma realidade, e isso é exatamente o que estamos tentando quantificar”, disse Jon Clifton, um dos sócios do Gallup. “Eu acho que há maior emocionalidade positiva nesses países.”

O Futebol

Todo este otimismo é revelado através do calor humano e da proximidade que os latinos expressam ao se relacionar. Umas das maiores paixões deste bloco de países é o futebol. Não é por acaso, que as grandes marcas procuram vincular suas imagens a este universo esportivo.

Recentemente, aconteceu o maior evento esportivo do planeta a Copa do Mundo, que gerou inúmeras oportunidades em receitas para as empresas que atuam no mercado latino.

No Brasil, o futebol é a grande paixão nacional e a H.B. Fuller | Adecol, representante latina do grupo global H.B. Fuller, mostrou didaticamente os valores agregados dos produtos e soluções, através dos diferentes aspectos que compõe todo cenário futebolístico.

Não para por aí!

O comportamento de compra do povo latino vem crescendo, principalmente na internet. Em 2012, cerca de 42% da população dos principais países da América Latina tinham acesso à internet. Para o ano de 2018, estima-se que essa porcentagem chegará a 60%.

A população latina passa cerca de 25 horas por mês conectada a internet e com isso encabeça a lista de países com maior média mundial de uso da internet. Porém, se somente considerarmos os latino-americanos com maior renda, o uso da internet salta significativamente para 300 horas mensais.

Antes de tomar a decisão compra, 81% dos brasileiros, 66% dos mexicanos e 73% dos argentinos, pesquisam na internet para saber mais sobre o produto ou marca.

O relacionamento digital entre marcas e consumidores na América Latina é baseado no comportamento do público: caloroso e com proximidade. Sempre levando em consideração um aspecto primordial que é a confiança, este principio agrega fidelidade. A audiência latina busca referências em que possam estabelecer este tipo de vínculo.

Este conteúdo foi uma colaboração da H.B. Fuller | Adecol, sediada no Brasil – o maior país da América Latina.  Trazendo um pouco das particularidades da cultura, comportamento e história do povo latino-americano.

Em breve mais notícias do universo latino. Confira a gente também no Facebook e Linkedin!